Por que usar VPNs seguras?

by

Rodrigo Filipe Silva Carramate


VPN segura é uma rede virtual, que tem seu tráfego criptografado a fim de permitir a passagem deste através de redes inseguras sem que haja perda do sigilo das informações. A segurança dos dados se dá através de um processo de tunelamento criptografado, no qual se forma um túnel virtual entre cliente e servidor, onde temos os pacotes codificados em uma borda, sendo apenas descriptografados na outra borda. Com essa estrutura, mesmo que os pacotes sejam interceptados por usuários mal-intencionados, dificilmente a segurança dos dados será comprometida[1].

Dentre os usos para uma VPN segura podem ser citados três principais[2]:

  • Acesso remoto via internet: permite que um usuário acesse sua rede doméstica ou corporativa sem estar presente fisicamente na mesma, usando a Internet como intermediadora;
  • Conexão de LANs via internet: possibilita a junção de duas ou mais LANs através da internet, compondo uma WAN sem necessidade de um link dedicado;
  • Conexão de computadores numa intranet: cria dentro de uma rede corporativa uma outra rede, invisível a todos os usuários que não estiverem conectados ao servidor de VPN, permitindo a transmissão de conteúdo confidencial através da rede corporativa.

No contexto das VPNs existe um software muito interessante chamado OpenVPN[3]: trata-se de uma ferramenta multiplataforma de código aberto, muito completa, madura e robusta. O fato de possuir código aberto, além de dar ao OpenVPN portabilidade, faz com que existam versões para os principais sistemas operativos existentes, também atrai uma comunidade bastante ativa e solícita, onde sempre ocorrem discussões sobre o desenvolvimento do programa e se fornece ajuda aos que possuem dúvidas.

Após devidamente configurado, o programa cria uma interface virtual, que é responsável por estabelecer o túnel que efetua a conexão entre cliente e servidor. O OpenVPN implementa a criptografia dos pacotes através do renomado OpenSSL, o que garante a segurança do tráfego na rede virtual.

No nosso projeto de cidades digitais temos no OpenVPN a base da segurança da rede mesh[4]. Neste tipo de rede devemos tomar um cuidado muito especial devido à ausência de criptografia nativa nas redes ad hoc. Desta forma, para garantir a proteção dos dados dos usuários recorremos ao OpenVPN, que provou ser uma solução extremamente dinâmica, acompanhando eventuais modificações nas topologias de rede, sempre se adequando a necessidades específicas das diferentes localidades.

Saiba mais

HowStuffWorks – Como funciona uma VPN

HOWTO (OpenVPN)

Linux: VPN em Linux com OpenVPN [Artigo]

Referências

[1] Virtual Private Network – Wikipédia, a enciclopédia livre

[2] Rede Privada Virtual – VPN

[3] Community Software Overview

[4] HowStuffWorks “How Wireless Mesh Networks Work”

Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons – Atribuição – Partilha nos Mesmos Termos 3.0 Não Adaptada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: