Benchmarks distribuídos para redes mesh

by

Daniel Caraça

Em aplicações de redes mesh [1] com muitos usuários, quando um AP [2] possui tráfego muito grande é interessante criar uma rota alternativa ou aumentar a capacidade do mesmo para o melhor aproveitamento da rede pelos usuários. Saber a quantidade de dados e sua rota em uma rede mesh possibilita ao projetista descobrir onde estão seus gargalos e eventualmente diminui-los. Para obtermos esta informação, podemos utilizar o Benchmark [3] distribuído, um método eficaz de obter a banda real, latência e outras informações de uma rede em várias condições de operação.

Na criação de Cidades Digitais [4] é interessante a utilização de redes mesh pelo menor custo de sua implantação. Se compararmos com redes Wi-Fi convencionais [5], seria possível economizar devido a não necessidade de todos os pontos terem acesso à Internet por cabo, ou seja, não é necessário levar cabos para cada AP. Mas por outro lado, como a internet cabeada não está em todos os pontos, é necessário passar por mais de um AP até chegar a internet. Isso pode criar um fluxo muito grande em um dado AP, caso este esteja em um ponto intermediário a vários caminhos para a Internet. Por isso é muito importante fazer uma análise para prever o que poderá acontecer em situações críticas.

Benckmark distribuído seria a utilização de um benchmark sendo executado em vários computadores para obter dados do funcionamento da rede, mas não apenas de um computador para outro, mas sim de vários para um ou de vários para vários, simulando assim o fluxo de dados em uma rede com muitos usuários. Como resultado deste método, obtemos, por exemplo, a taxa de tranferência de uma certa operação em uma dada máquina. Esse valor pode nos mostrar a relação entre a banda teórica e a banda real, o que nos leva ao quanto que a rede está saturada. Se compararmos os valores encontrados para vários computadores clientes, poderemos ver quais clientes estão tendo uma banda menor e assim encontrar quais pontos da rede estão com tráfego muito grande.

Os programas que fazem benchmark possuem opções para definir vários parâmetros, possibilitando criar vários cenários. Pode-se definir por quanto tempo será feita a transferência de dados, a quantidade deles que será transferida, o número de clientes, se será TCP [6] ou UDP [7], se será utilizado delays, tamanho da buffer, etc. Assim pode-se ter elementos para uma análise bastante esclarecedora sobre a situação da rede monitorada, o que possibilitará melhorá-la em muito.

Referências

[1] Redes mesh e grafos
Acessado em 28/01/2010

[2] Wireless access point
Acessado em 28/01/2010

[3] – Benchmark (computing)
Acessado em 07/01/2010

[4] – Guia das Cidades Digitais
Acessado em 15/01/2010

[5] Wi-Fi
Acessado em 28/01/2010

[6] Transmission Control Protocol
Acessado em 28/01/2010

[7] User Datagram Protocol
Acessado em 28/01/2010

Anúncios

Uma resposta to “Benchmarks distribuídos para redes mesh

  1. Yet Another Asterisk Tutorial « Tecnologias sem Fio Says:

    […] [7] Benchmark https://tecnologiassemfio.wordpress.com/2010/01/29/benchmark-distribuidos-para-redes-mesh/ […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: